Paciente do Hospital Marieta fica preso de maca em porta de elevador.

Destacado

Um paciente do hospital Marieta Konder Bornhausen, de Itajaí, ficou preso de maca na porta do elevador, que fechou e subiu com a maca ainda pela metade. O caso aconteceu nesta segunda-feira (7). Segundo informações, o paciente tinha acabado de fazer uma cirurgia e era acompanhado por sua esposa que ficou presa dentro do elevador.

O hospital emitiu uma nota de esclarecimento sobre o fato. Confira na íntegra:

“A Direção do Hospital e Maternidade Marieta Konder Bornhausen vem a público esclarecer sobre o incidente ocorrido com um dos seus elevadores registrado na última segunda-feira (7/12). Cabe informar que, enquanto o elevador estava sob a manutenção e cuidados da empresa Atlas Schindler, o equipamento realizou uma operação indevida – tendo o elevador se deslocado com as portas abertas. Apesar do grave incidente, o paciente foi prontamente atendido, não ocorrendo nenhum dano físico a este ou as demais pessoas que se encontravam no elevador. Destacamos que o HMMKB prestou toda a assistência ao paciente, familiares e envolvidos. Imediatamente após o incidente a empresa Atlas Schindler encaminhou outros técnicos e peritos para apurar os fatos, pois como dito, no momento da ocorrência o elevador estava sendo operado por um representante da empresa, que prestava manutenção no local. Todas as medidas cabíveis para sanar o incidente – bem como, para inibir que qualquer caso similar ocorra – foram tomadas, inclusive com a interdição do elevador. Cabe por fim dizer que a Direção do Hospital se sensibiliza com o ocorrido e lamenta a divulgação indevida de imagens. A direção do Hospital reforça ainda que se solidariza com o gesto nobre dos profissionais que contribuíram para salvaguardar o paciente e ocupantes do elevador, e repudia a ação de outras pessoas que se preocuparam somente com a gravação de imagens para divulgação.”

Fonte: http://www.clickcamboriu.com.br/geral/2015/12/133182-133182.html

Menino de 7 anos morre esmagado por elevador de deficientes no Tatuquara – Curitiba.

Uma tragédia aconteceu no final da manhã desta quarta-feira (9), na Rua Presidente João Goulart, no Tatuquara, em Curitiba. Um menino de 7 anos foi esmagado pelo elevador de deficientes de um prédio comercial. O garoto, identificado apenas como Murilo, chegou a ser socorrido pelo Siate, mas não resistiu.

Segundo testemunhas, o menino brincava no local junto com alguns colegas. Por volta das 11h, o elevador do prédio, de dois andares, despencou e caiu em cima do menino.

“Os colegas disseram que ele os convidou para brincar no fosso, mas não foram e ele foi sozinho. Eles não viram como o acidente aconteceu, mas ouviram o estrondo”, explicou o tenente Allysson, do Corpo de Bombeiros.

Ninguém soube informar se alguém teria apertado o botão do elevador ou se a plataforma se soltou. De acordo com tenente, os socorristas sequer puderam fazer alguma manobra para salvar a vida do garoto. Isso porque, quando chegaram, ele já estava morto.

No local muita gente se emocionou. Vizinhos e familiares do garoto, contaram que ele era uma criança educada. Os outros colegas de Murilo não ficaram feridos.

A forma em que o acidente aconteceu e como Murilo teve acesso ao fosso do elevador devem ser investigados pela polícia. O que se sabe é que o prédio é comercial e, por isso, o acesso aos locais não é barrado.

Fonte: http://www.paranaonline.com.br/editoria/cidades/news/922728/?noticia=MENINO+DE+7+ANOS+MORRE+ESMAGADO+POR+ELEVADOR+DE+DEFICIENTES+NO+TATUQUARA

Especialista dá dicas de segurança para quem usa elevador e escada rolante.

Paulo Juarez Dal Monte defende que os usuários destes equipamentos têm um papel importante no sentido de evitar riscos à integridade física deles mesmos

Convidado para ministrar uma palestra em João Pessoa sobre medidas para prevenir acidentes em elevadores e escadas rolantes, o engenheiro eletricista Paulo Juarez Dal Monte, defende que os usuários destes equipamentos têm um papel importante no sentido de evitar riscos à integridade física deles mesmos. Paulo ressalta, de antemão, que a cada 10 acidentes envolvendo transportes verticais, nove são em escadas rolantes e apenas um acontece em elevadores.

“O problema da escada rolante é o usuário. As crianças brincam (na escada), o administrador do shopping não dá bola, o pai deixa a criança brincar no corrimão e, assim, muito acidentes ocorrem. A sociedade não vê que a escada rolante é um perigo”, enfatiza.

Exatamente por se tratar de um equipamento que oferece mais riscos, ele sugere dez procedimentos que devem ser adotados para manter a integridade física do usuário de escadas rolantes:

1- Os pés devem ser posicionados dentro da área do degrau, sem deixar ponta para fora nem encostar ou raspar no rodapé. As linhas amarelas de segurança de cada degrau não devem ser pisadas;

2- Evitar o uso de tênis e sandálias aderentes, pois, a borracha macia não escorregando pode ser presa entre o degrau e a lateral ou, principalmente, entre dois degraus quando se fecham;

3- Não permitir que crianças se agarrem aos corrimões para serem transportadas desta forma, ao passar por locais estreitos onde o corpo da criança não cabe, é um fator gerador de acidente;

4-  Adultos e crianças devem ter os cadarços dos sapatos devidamente amarrados;

5- Pais não devem permitir que crianças com menos de 6 anos utilizem escadas rolantes desacompanhadas ou brinquem perto da entrada do corrimão;

6- A saída da escada deve ser feita antes do degrau ser levado para cima do pente. Pode haver dente quebrado que atinja o calçado;

7- Mulheres devem evitar o uso de salto muito fino e de vestidos longos (o primeiro pode prender na ranhura do degrau e o segundo deixar a usuária apenas com as roupas de baixo);

8- Evitar andar na escada com pacotes, bolsas, malas, entre outros objetos posicionados na frente do rosto. Há risco de tropeços e quedas nestes casos;

9- Não transportar carrinhos de bebê em escadas rolantes;

10- Nunca colocar a cabeça para fora da escada durante o trajeto.

Com menos riscos, Paulo indica apenas três dicas de segurança para os usuários de elevador: respeitar a lotação da cabina; não permitir que menores de 10 anos andem desacompanhados; e em caso de pane com cabina parando entre pavimentos, não tente sair por conta própria, aperte o botão alarme ou interfone para a portaria e espere pelo resgate, que deve ser feito por um profissional especializado.

Fonte: http://revistaedificar.com.br/noticias/especialista-da-dicas-de-seguranca-para-usuarios-de-elevadores-e-escadas-rolantes/

Queda de elevador deixa um morto no Itaim Bibi (São Paulo), dizem bombeiros.

Acidente aconteceu em prédio na Rua Clodomiro Amazonas.
Quatro equipes dos bombeiros foram encaminhadas para local.

Uma pessoa morreu após um elevador cair em um edifício na Rua Clodomiro Amazonas, no Itaim Bibi, Zona Sul de São Paulo, nesta segunda-feira (23), informou o Corpo de Bombeiros.

As informações iniciais diziam que a vítima era um técnico, de 28 anos, que trabalhava na manutenção do elevador. Mas quem se desequilibrou e caiu no poço do elevador foi um funcionário de uma empresa de impermeabilização, que trabalhava no local. A máquina despencou e esmagou o homem, que morreu na hora.

Segundo os bombeiros, quatro equipes foram enviadas até o prédio, uma unidade ambulatorial do Prevent Senior. Todos os exames marcados para a tarde desta segunda foram cancelados. A Polícia Militar preservou o local do acidente para a perícia.

Em nota, a Elevadores Atlas Schindler disse que “lamenta profundamente o acidente com um elevador de sua marca.”

“A empresa esclarece que a vítima não pertence ao seu quadro de funcionários e não foi contratada pela nossa empresa. A companhia está acompanhando o caso e contribuindo com as autoridades na resolução do fato. A empresa ainda reitera que o elevador do edifício está em perfeitas condições de uso e em dia com a manutenção, atendendo a todas as normas necessárias para funcionamento”, diz a nota.

Fonte: http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2015/11/queda-de-elevador-deixa-um-morto-no-itaim-bibi-dizem-bombeiros.html

Queda de elevador deixa um morto no Itaim Bibi, dizem bombeiros.

Acidente aconteceu em prédio na Rua Clodomiro Amazonas.
Quatro equipes dos bombeiros foram encaminhadas para local.

Uma pessoa morreu após um elevador cair em um edifício na Rua Clodomiro Amazonas, no Itaim Bibi, Zona Sul de São Paulo, nesta segunda-feira (23), informou o Corpo de Bombeiros.

As informações iniciais diziam que a vítima era um técnico, de 28 anos, que trabalhava na manutenção do elevador. Mas quem se desequilibrou e caiu no poço do elevador foi um funcionário de uma empresa de impermeabilização, que trabalhava no local. A máquina despencou e esmagou o homem, que morreu na hora.

Segundo os bombeiros, quatro equipes foram enviadas até o prédio, uma unidade ambulatorial do Prevent Senior. Todos os exames marcados para a tarde desta segunda foram cancelados. A Polícia Militar preservou o local do acidente para a perícia.

Em nota, a Elevadores Atlas Schindler disse que “lamenta profundamente o acidente com um elevador de sua marca.”

“A empresa esclarece que a vítima não pertence ao seu quadro de funcionários e não foi contratada pela nossa empresa. A companhia está acompanhando o caso e contribuindo com as autoridades na resolução do fato. A empresa ainda reitera que o elevador do edifício está em perfeitas condições de uso e em dia com a manutenção, atendendo a todas as normas necessárias para funcionamento”, diz a nota.

Fonte: http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2015/11/queda-de-elevador-deixa-um-morto-no-itaim-bibi-dizem-bombeiros.html